Descrição do produto:

Microdose Pro vende trufas “Psilocybe Tampanensis Mexicana Sclerotia” frescas e pré-embaladas para microdosagem.

Estatuto jurídico:

As trufas frescas Psilocybe Mexicana são completamente legais na Holanda e podem ser livremente produzidas, comercializadas, e vendidas. O produto pertence à categoria dos suplementos alimentares de acordo com as directivas europeias e está totalmente em conformidade com as normas de segurança aplicáveis.

As trufas se enquadram na categoria “ervas e botânicos” de acordo com as directrizes europeias. A EFSA, Autoridade Europeia de Segurança Alimentar, classifica os cogumelos e portanto as trufas entre os botânicos. Ela escreve no seu website: “Os botânicos e produtos derivados de plantas, algas, fungos ou líquenes tornaram-se amplamente disponíveis no mercado da UE como suplementos alimentares”.

Além disso, as trufas psilocibina Mexicana da Microdose Pro contêm uma quantidade constante de psilocibina de 1 a 2 miligramas por cada grama de trufa fresca.

As trufas mágicas (Psilocybe tampanensis) crescem no solo, e devido a este processo natural, os fungos psicadélicos mais firmes e secos não pertencem à categoria dos cogumelos e, portanto, não são abrangidos pela lei dos cogumelos.

Depois de alguns incidentes com cogumelos mágicos em 2008 (especialmente em Amesterdão), o governo holandês tomou a decisão de considerar o uso de cogumelos mágicos frescos ilegal. No entanto, esta lei foi redigida de tal forma que apenas o ‘De Paddestoel’ é mencionado. Legalmente, a trufa “mágica” psilocibina não é um cogumelo, é um substrato de cogumelos chamado esclerócio.

As trufas frescas de psilocibina são, portanto, completamente legais nos Países Baixos.

As substâncias alucinógenas que proporcionam o efeito mágico das trufas mágicas estão listadas na Convenção das Substâncias Psicotrópicas (PDF), o que significa que a posse de psilocibina pura não é permitida.

Estas substâncias estão presentes em vários tipos de fungos e foi por isso que as Nações Unidas optaram por abrir uma excepção no que diz respeito a estes produtos naturais.

Veja em seguida uma parte do Comentário sobre a Convenção de Substâncias Psicotrópicas (artigo 32, ponto 12), no qual é explicitamente declarado que, entre outros, os cactos peyote, os cogumelos alucinógenos, etc. estão excluídos da convenção e, portanto, têm um estatuto legal.

legal status

A posse de cogumelos alucinógenos, ou trufas psilocibinas, é portanto completamente legal de acordo com este tratado. Só quando as substâncias psicoactivas são extraídas ou sintetizadas é que se opera contrariamente à legislação actual.

Estatuto jurídico da distribuição de trufas mágicas dentro da UE

As Trufas são legais na Holanda e podem por isso ser enviadas para todos os países da UE de acordo com o Princípio do Reconhecimento Mútuo de Bens da Comissão Europeia. Este tratado da UE diz que se um produto é legal num país da UE, é também legal vender e enviar para todos os outros países da UE. No entanto, ainda é tecnicamente possível que países, estados e jurisdições locais individuais da UE proíbam todos os tipos de produtos. Portanto, verificar o status legal atual de nosso produto em sua jurisdição é de sua própria responsabilidade. O Microdose Pro está legalmente autorizado a enviar este produto para qualquer cidadão residente na UE. Ao comprar produtos neste site, você aceita a responsabilidade de cumprir as leis locais e os regulamentos alfandegários. Você garante que o produto encomendado é legal no país de importação. A Microdose Pro não é responsável por mercadorias armazenadas ou apreendidas por terceiros, como autoridades alfandegárias ou policiais no país de onde você faz o pedido.

Isenção de responsabilidade

O Microdose Pro fornece recursos para adultos que decidem fazer a microdosagem por iniciativa própria, e não afirma que a microdosagem seja eficaz como medicamento, auxílio ou suplemento, nem pode ser considerada um substituto para ajuda médica profissional, ajuda terapêutica ou aconselhamento de saúde. Em caso de queixas médicas ou psicológicas, bem como dos primeiros sintomas de depressão ou ansiedade, deve sempre contactar o seu médico ou um profissional de saúde mental. O Microdose Pro não incentiva o uso de psicodélicos ilegais de forma alguma, nem viola a lei e não pode ser responsabilizado por atos ilegais, bem como pela posse de substâncias ilegais.

 

Menu